quarta-feira, 18 de julho de 2018

Suspeito de matar três mulheres em Olinda é preso na Paraíba



Apenas uma mulher sobreviveu ao ataque, que aconteceu em janeiro deste ano. Saulo Tassio, suspeito do crime, foi preso na Paraíba


JC Online


As mulheres teriam envolvimento com tráfico de drogas. O crime aconteceu no bairro do Bom Sucesso, em Olinda
Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Um homem suspeito de ser o autor de um triplo homicídio em Olinda, Região Metropolitana do Recife (RMR), foi preso na Paraíba. O crime aconteceu em janeiro deste ano. Uma das vítimas estava grávida. O homem é suspeito também de outros quatro homicídios. Detalhes da prisão serão divulgados nesta quinta-feira (19).


De acordo com a Polícia Civil, Saulo Tassio dos Santos Silva seria o autor do crime, ocorrido no bairro do Bom Sucesso, em Olinda, que causou a morte de três mulheres e feriu uma. Ele foi preso na cidade de Baieux, na Paraíba, após um trabalho investigativo e integrado das forças policiais dos estados de Pernambuco e da Paraíba, assessorados pelo Núcleo de Inteligência do Departamento de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP). 

Detalhes da prisão do suspeito serão apresentados em uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira (19), às 9h30, no auditório da Sede Operacional da Polícia Civil, no Recife.

Relembre o caso

As quatro vítimas, com mais cinco crianças, estavam numa casa alugada há cerca de 15 dias na Rua Dom Bonifácio Jansem, no bairro do Monte, quando quatro homens armados e encapuzados chegaram no local em busca de um homem na manhã do dia 23, em Olinda. O rapaz procurado não estava na residência, então os suspeitos atiraram nas mulheres. Duas mulheres, uma delas grávida, morreram na hora e outras duas ficaram gravemente feridas. 

Uma das vítimas, Ângela Maria da Conceição Gomes, 48 anos, morreu na cozinha do imóvel e o Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para recolher o corpo por volta das 13h. As outras três foram socorridas e encaminhadas para o Hospital do Tricentenário, em Bairro Novo, também em Olinda.

Ao chegar na unidade de saúde, Natali dos Santos Silva, 18 anos, que estava grávida, morreu após receber atendimento médico. Ela deu entrada no hospital com um tiro na cabeça e perfurações nos membros inferiores.

As outras duas mulheres tiveram que ser levadas para o Hospital da Restauração, no bairro do Derby, área central do Recife. Uma delas, Rejane Gomes da Silva, de 15 anos, levou cinco tiros no tórax e um no braço. A garota morreu um dia depois, após passar por cirurgia. A quarta vítima, Stefany Carlos da Silva, de 23 anos, passou por cirurgia no mesmo hospital e sobreviveu.

Relação com o tráfico de drogas

As primeiras informações repassadas pela Polícia Militar apontam que as vítimas eram traficantes de drogas que atuavam no bairro de Santo Amaro, no Recife. O crime contra elas seria uma retaliação por causa da saída das mesmas da comunidade

Postar um comentário